segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

Marcelo Vianna supera adversidades e vence as 12 Horas de Tarumã


Após manter 100% de aproveitamento no campeonato brasileiro de Endurance e conquistar o título da temporada, o piloto Marcelo Vianna repetiu o que fez durante o ano inteiro e venceu neste domingo uma das provas mais tradicionais do automobilismo do país. 

O paulista de 19 anos ganhou as 12 Horas de Tarumã pela segunda vez na carreira, desta vez na categoria GP1, junto com os parceiros Júlio Martini e Tiel Andrade. O trio superou as adversidades de uma prova de longa duração e comemorou bastante a conquista após completar 504 voltas.

Vianna enfrentou problemas com o equipamento logo após a largada. Brigando pela ponta, o protótipo Tubarão apresentou falhas em um cilindro e por pouco não deixou o trio na mão. “Foi uma corrida muito complicada. 

Brigamos bastante pela liderança na primeira hora de prova até enfrentarmos uma falha no cilindro. Paramos, tentamos consertar, perdemos 18 posições e muitas voltas. Como a corrida é muito longa e imprevisível, conseguimos voltar à pista e surpreendentemente continuamos com um ritmo intenso”, afirma o paulista.

Com o intuito de fazer uma prova de recuperação, Vianna partiu para cima e começou a recuperar o tempo perdido. “Estávamos praticamente fora da disputa, mas mantivemos o foco e deu tudo certo. Corrida de longa duração é assim. Não dá para desistir. Assumimos a ponta por volta das 11 horas da manhã e não perdemos mais. Foi uma prova difícil, que exigiu bastante da equipe, e estou muito feliz com o que fizemos hoje. Quero agradecer a todos que me ajudaram neste ano fantástico”, comemora o piloto.

Vianna encerra o ano com chave de ouro. Além do triunfo nas 12 Horas de Tarumã, o piloto venceu todas as corridas que disputou no campeonato brasileiro. “Não tenho palavras para descrever o meu ano. Pode parecer que foi fácil, mas em todas as corridas tivemos muitas dificuldades para levar o troféu de vencedor. Agora vamos descansar e pensar no próximo ano”, encerra.

Resultado da corrida (categoria GT1):
1) M.Vianna/J.Martini/T.Andrade (Tubarão IX) – 504 voltas
2) O.Scheer/E.Scheer/G.Scheer (ProtoV8) – 497 voltas
3) Ian Ely/Daniel Claudino (MCR) – 493 voltas
4) Re.Kreuz/J.Kreuz/Ri.Kreuz/J.Rodrigues (MRX) – 476 voltas

5) R.Machado/C.Pereira/C.Castro (MRX) – 462 voltas

Iate esportivo da Azimut Yachts agora em águas brasileiras

Produzida exclusivamente na fábrica da Azimut Yachts no Brasil, o modelo esportivo com conceito “weekender” de 40 pés do consagrado estaleiro italiano foi lançado há pouco mais de um ano com foco no mercado internacional, especialmente aos Estados Unidos.  A aceitação do modelo superou expectativas e atravessou fronteiras com vendas já efetivadas em Dubai, nos Emirados Árabes e outras negociações em andamento na Europa. Após a apresentação do iate em eventos náuticos brasileiros, atraiu a atenção de consumidores nacionais com venda e negociações em andamento.

“Dentro da nossa estratégia global de negócios, o nosso foco inicial para a Verve 40 era exportação, especialmente aos Estados Unidos, em razão das características da embarcação adequadas ao público norte-americano. Contudo, a combinação de esportividade, desempenho e luxo do iate chamou a atenção de outros mercados inclusive do Brasil. Hoje, em razão de seu sucesso, a Azimut Verve 40 faz parte da gama mundial de produtos Azimut Yachts, disponível para comercialização em 70 países”, explica o diretor comercial da Azimut Yachts Francesco Caputo.

Azimut Verve 40: esportividade com sofisticação
A Verve 40 apresenta estilo e conceito diferenciado dos demais iates produzidos na filial brasileira da Azimut Yachts. Com design arrojado e linhas mais esportivas está equipada com 3 motores de popa de 350 HP podendo chegar a uma velocidade de 40 nós. É um convite quem busca por alta performance nas águas sem abrir mão do conforto e sofisticação característicos da marca italiana.

Com pavimento principal aberto, protegido por hard top, possibilita a navegação em dias de sol ou em mal tempo. O posto de comando possui equipamentos de alta tecnologia em navegação além de duas poltronas ergonômicas. Área de lazer, banhos de sol, lounge na proa além de espaço gourmet na praça de popa são atrativos em seu espaço exterior.



Cabine com cama de casal, cozinha totalmente equipada com eletrodomésticos e espaços para armazenamento, mesa para refeições e banheiro conferem ao proprietário da Verve 40 a possibilidade de pernoitar na lancha além da realização de passeios durante o dia.

Actros é o caminhão extrapesado rodoviário mais vendido no Mato Grosso

Com 129 unidades emplacadas em 2017, até novembro, o Actros 2651 6x4 da Mercedes-Benz é o caminhão extrapesado rodoviário mais vendido no Mato Grosso.

“Nós mais do que triplicamos as vendas do Actros em relação ao mesmo período do ano passado”, diz Roberto Leoncini, vice-presidente de Vendas, Marketing e Peças & Serviços Caminhões e Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil. “Aliás, nós praticamente dobramos as vendas de extrapesados para o Mato Grosso, com 192 unidades emplacadas até novembro, sendo a marca que mais cresceu em volume no Estado”.

De acordo com o executivo, o aumento de vendas do Actros no Estado deve-se principalmente à renovação de frota das empresas de transporte que atuam no agronegócio.

As vendas de caminhões extrapesados cresceram aproximadamente 61% no Mato Grosso em 2017. Até novembro, foram emplacadas 839 unidades, frente a 521 unidades do ano passado. “Com isso, o Estado responde hoje por 4,5% dos emplacamentos de caminhões extrapesados no País, índice que era de 3,3% em 2016”, ressalta Leoncini. “O Mato Grosso é também o principal mercado de caminhões extrapesados do Centro-Oeste, com mais de 39% do volume total de 2.145 unidades. Nesta região, nossa marca é líder de mercado, com mais de 44% de participação e 555 caminhões emplacados até novembro”.

O Actros é reconhecido no mercado por sua versatilidade de aplicação, atendendo com produtividade e rentabilidade às demandas mais exigentes, tanto no segmento rodoviário, quanto naquelas situações em que o caminhão circula na estrada e nas vias não pavimentadas numa mesma operação, como o mix-road no agronegócio. Em todas as circunstâncias, o cliente conta com um veículo forte, robusto, resistente e com reduzido custo operacional. Além disso, o elevado padrão de conforto da cabina, juntamente com os itens de tecnologia e segurança, garante ao motorista um excelente nível de bem-estar a bordo e de condução, o que resulta em produtividade e maior satisfação.

De acordo com o 2º levantamento da CONAB (Companhia Nacional de Abastecimento), publicado em novembro, a produção brasileira de grãos deverá situar-se entre 223 e 227 milhões de toneladas na safra 2017/2018. Embora menor do que os 238 milhões de toneladas da safra 2016/2017, resultado considerado excepcional pela CONAB, os números ainda são muito expressivos.

Soja e milho representam cerca de 90% da produção de grãos no País. No caso da soja, a estimativa chega a 108 milhões de toneladas. O milho, com duas safras no ano, deverá chegar a 93 milhões de toneladas.

O Centro-Oeste é o maior produtor de grãos do Brasil. Na safra 2017/2018, a região deverá colher 100 milhões de toneladas de grãos, sendo cerca de 48 milhões de toneladas de soja e 48 milhões de toneladas de milho.

O Mato Grosso é o maior Estado produtor de grãos no País: estimativa de 60 milhões de toneladas na safra 2017/2018, com destaque para 29 milhões de toneladas de soja e 28 milhões de toneladas de milho.


DTM e WEC: Augusto Farfus anuncia programa duplo em 2018 pela BMW


Menos de uma semana após correr na etapa final da Stock Car em Interlagos, Augusto Farfus teve seu programa da temporada 2018 anunciado pela BMW no evento de fim de ano da montadora bávara em Munique, com boas novidades e desafio duplo. O único brasileiro do grid está confirmado pelo sétimo ano consecutivo no DTM, e integrará o time de pilotos da BMW durante o campeonato completo do FIA WEC, o Mundial de Endurance. 

No mesmo formato de divisão que aconteceu em 2017, Farfus correrá no DTM pelo BMW Team RMG, ao lado de Marco Wittmann e Timo Glock, enquanto na equipe BMW Team RBM, além de Bruno Spengler, o austríaco Philipp Eng e o sueco Joel Ericksson farão sua estreia na categoria. 

Após um 2017 de intenso desenvolvimento, a BMW se prepara para estrear em 2018 no FIA World Endurance Championship (WEC), o Mundial de Endurance da FIA, que tem a tradicional prova das 24 Horas de Le Mans como ponto alto da temporada. A montadora competirá com duas novas BMW M8 GTE, e terá Augusto Farfus, Nick Carsburg, António Félix da Costa e Martin Tomczyk como pilotos regulares no campeonato, além de Tom Blomqvist, Philipp Eng e Alexander Sims, que farão participações pontuais. 


Essa será a 3ª participação de Farfus nas 24 Horas de Le Mans. Em 2011, ele fez a pole position na categoria GT-Pro. Além do calendário do WEC, Augusto já está confirmado nas 24 Horas de Daytona, nos Estados Unidos, em janeiro, e também nas 12 Horas de Bathurst, na Austrália, em fevereiro. 

Augusto Farfus: 
“É um prazer muito grande para mim, participar dos dois principais programas da BMW Motorsport. É uma honra ter essa responsabilidade, e agradeço a confiança da BMW. Será um ano muito intenso, começo a temporada correndo em Daytona, guiando a nova BMW M8 GTE, depois Bathurst, e na sequência DTM e WEC. Estou muito animado também por participar pela 3ª vez das 24 Horas de Le Mans, é sempre algo especial. Estou pronto para uma temporada de muito trabalho em busca de bons resultados”.   

Volkswagen Novo Polo é eleito “Carro Abiauto 2017”

O Novo Polo foi eleito “Carro Abiauto 2017” na 19ª edição da eleição organizada pela Associação Brasileira da Imprensa Automotiva (Abiauto), em evento realizado hoje (15), em São Paulo. 

O júri da Abiauto é composto por 33 jornalistas especializados de todo o Brasil e que atuam em diferentes meios de comunicação, como jornais, revistas, sites, rádio e programas de televisão.

O modelo Volkswagen venceu a principal categoria da premiação promovida pela associação de jornalistas, assim como ocorreu na segunda-feira (11), quando também foi eleito “Carro do Ano 2018”, pela Revista Autoesporte.

O Novo Polo está escrevendo uma história de sucesso no mercado nacional, acumulando importantes premiações. Com o prêmio da Abiauto, o hatch Volkswagen contabiliza quatro troféus concedidos pela imprensa especializada. O modelo também conquistou os prêmios “Melhor Carro da América Latina”, da  Associação América Latina da Imprensa de Carros, e “Car Awards Brasil 2018”, da revista Car Magazine.


domingo, 17 de dezembro de 2017

Autotrac Jaguar Racing é melhor equipe no final das 500 Milhas de Kart da Granja Viana

Depois de quase doze horas de muita ação no Kartódromo da Granja Viana, a Autotrac Jaguar Racing foi a melhor equipe nas 500 Milhas de Kart ao conquistar a segunda posição com Nelsinho, Pedro, Rodrigo e Laszlo Piquet, além de Marcos Regadas, André Nicastro, Pedro Cardoso e Antonio Canedo, no kart #33, e o sexto lugar com o kart #30. Foi a única equipe a terminar com seus dois karts no pódio.

Com dois karts entre os dez primeiros no grid, Nicastro foi o responsável por conduzir o começo da prova no kart #30, enquanto Nelsinho andou no #33, e ambos deram um show na primeira hora. André assumiu a liderança nas primeiras voltas e impôs um ritmo fortíssimo, enquanto Piquet evoluiu ao top5.
Depois, os demais componentes do time Autotrac Jaguar Racing foram entrando na pista e, com a adoção das estratégias de pneu, as posições foram subindo ou caindo, já que pela limitação de pneus (dez no total, sendo seis duros e apenas quatro macios) o ritmo de prova variou bastante.

Com os oito pit stops obrigatórios, o kart #30 chegou a cair na briga pelos primeiros lugares mas se recuperou no fim, com Pedro Piquet recebendo a bandeirada em segundo lugar depois de ganhar a posição no finalzinho.

"Pegamos o último stint com o pneu vermelho, um pouco melhor, com duas saídas. No começo estava bom mas no fim perdemos bastante, mas conseguimos nos manter ali. Quando vi que o segundo lugar estava garantido estava tentando vir para a frente, mas nas últimas dez voltas levei o kart até o fim", disse Pedro.

Um dos pilotos mais rápidos de toda a prova, André Nicastro comemorou o resultado:

"Foi um início espetacular, um dos melhores inícios que eu já fiz em 500 Milhas. Realmente era uma estratégia boa no começo e depois mudamos a estratégia do pneu durante a corrida. É uma prova muito longa e um dos modelos de pneu gasta muito, então temos de economizar bastante. Chegamos no fim como um dos mais rápidos na pista, consegui uma ótima tocada no fim ao pegar em 13º e entregar em terceiro. Estou muito feliz, será o primeiro de muitos anos com essa equipe, foi muito bacana"

Quem também comemorou o resultado foi Laszlo Piquet, que teve um fim de ano de ótimos resultados e pódios em Interlagos pela Porsche Império GT3 Cup e nas 500 Milhas de Kart:

"Acima de tudo, andar com a família, os amigos, os irmãos. Foi um fim de ano diferente para mim, com um ótimo resultado na Porsche e obrigado para todos na Jaguar e dois lugares no pódio aqui na Granja Viana"

Muito feliz com o pódio duplo e o melhor resultado coletivo entre as equipes na prova, Nelsinho Piquet destacou as variáveis de uma corrida de longa duração e já projetou as 500 Milhas do ano que vem.

"Foi maravilhoso! Corrida de endurance não acaba até a última volta e foi um segundo lugar merecido, todos os pilotos trabalharam bastante, todos fizeram excelente trabalho e estou muito contente. Ano que vem vamos vir para ganhar!", prometeu.

Resultado final:


1º #71 Barrichello Hero - 700 voltas
2º #33 Autotrac Jaguar Racing II - 698
3º #319 Car Racing Americanet - 696
4º #2 Shell Fittipaldi - 695
5º #11 CPKA - 694
6º #30 Autotrac Jaguar Racing I - 693

sábado, 16 de dezembro de 2017

Prêmio Carpress 2017 anuncia seus vencedores nas 12 categorias

A primeira edição do Prêmio Carpress já tem os vencedores em suas 12 categorias. Exatamente um ano após o site Carpress anunciar a intenção de organizar uma premiação própria, o Volkswagen novo Polo é anunciado como o vencedor do Grande Prêmio Carpress 2017.

O Polo também venceu na categoria Melhor Carro (até R$ 109.999), tendo sido finalista ao lado de Fiat Argo e Renault Kwid. Na categoria Melhor Carro Premium (a partir de R$ 110 mil), o vencedor foi o Audi A5 Sportback, que foi à final com Citroën C4 Picasso e Chevrolet Camaro SS.

Na categoria Melhor SUV, o ganhador foi o Chevrolet Equinox, finalista ao lado de Peugeot 3008 e Volvo XC60. Na categoria Melhor Picape, venceu a Nissan Frontier, que disputou com Mitsubishi L200 Triton Sport e Toyota Hilux Challenge.

Não foram premiados apenas veículos que continuam nas concessionárias, mas também os que estão deixando de ser vendidos – o Destaque Saudade foi o Volkswagen Fusca.

Também foram lembradas as boas práticas corporativas. Daí nasceu a ideia do Destaque Eficiência Energética, que ficou com a iniciativa da Toyota Hybrid House, um estande de 100 m² com atrações interativas em que era possível, por exemplo, conhecer o Prius, veículo híbrido mais vendido no mundo.

Investimentos em tecnologia também chamaram a atenção do júri do Prêmio Carpress. O destaque eleito foi a Estratégia Modular MQB, da Volkswagen, que marca uma nova era para veículos compactos, dando origem a quatro modelos completamente novos no mercado brasileiro, a começar pelo novo Polo e pelo sedã compacto Virtus, na fábrica Anchieta.

Os jurados também foram convidados a votar na categoria Melhor Comercial/Melhor Campanha Publicitária (TV/Web), e a marca que levou o título para casa foi a Renault, com o filme “Heróis”, do Renault Kwid, modelo que foi lançado no início de agosto (o filme pode ser visto aqui: www.youtube.com/watch?v=s0WbyDqgcvc).

Aliás, foi da Renault o único voto unânime dos jurados, na categoria Melhor Ação de Vendas, com a pré-venda do Kwid, em que era possível dar um sinal de R$ 1.000 parcelável em três vezes no cartão de crédito para garantir prioridade na compra do modelo.

Curiosamente um ex-Renault (onde era vice-presidente comercial desde 2010) foi eleito Executivo do Ano: Gustavo Schmidt, vice-presidente de Vendas e Marketing da Volkswagen do Brasil, cargo que ocupa desde março de 2017.

O Carpress reservou ainda um espaço para o “voto direto”. Por meio da ferramenta de enquete do site, manteve por cinco dias uma votação on-line entre os nove finalistas nas categorias Melhor Carro (Fiat Argo, Renault Kwid e Volkswagen Polo), Melhor Carro Premium (Audi A5 Sportback, Citroën C4 Picasso e Chevrolet Camaro SS) e Melhor SUV (Peugeot 3008, Chevrolet Equinox e Volvo XC60). O vencedor foi o Peugeot 3008.

Quem votou
Na edição 2017 do Prêmio Carpress, votaram dez especialistas: Luís Perez (publisher do Carpress) e Wandick Donett (editor-executivo do Carpress), sendo os dois também designados membros do Comitê Gestor, mais oito jornalistas atuantes no segmento: Alex Ruffo (Speedway e Mega Motor), Antônio Meira Jr. (Correio), Eugênio Augusto Brito (UOL Carros), Flavio Silveira (Motor Show), Giu Brandão (MundoSobreRodas), Jorge Moraes (Auto Motor Nordeste), Marcelo Queiroz (Autopolis) e Ricardo Ribeiro (Agora SP), este último sucedido a partir de agosto por Fernando Pedroso, do mesmo veículo, em razão do desligamento de Ribeiro para cursar mestrado no exterior.



Desde abril de 2017, o Grupo ZF anunciou patrocínio à primeira edição do Prêmio Carpress. Um dos maiores fornecedores do setor automotivo no mundo, o Grupo ZF é líder global em drivelines e tecnologias de chassis, além de segurança ativa e passiva.

OS VENCEDORES, POR CATEGORIA

Grande Prêmio Carpress 2017
Volkswagen Polo

Melhor Carro
Volkswagen Polo

Melhor Carro Premium
Audi A5 Sportback

Melhor SUV
Chevrolet Equinox

Melhor Picape
Nissan Frontier

Destaque Saudade
Volkswagen Fusca

Destaque Eficiência Energética
Toyota Hybrid House

Destaque Tecnologia
Estratégia Modular MQB (Volkswagen)

Melhor Comercial (TV/Web)
“Heróis” - Renault Kwid

Melhor Ação de Vendas
Pré-venda do Renault Kwid

Executivo do Ano
Gustavo Schmidt
Vice-Presidente de Vendas e Marketing da Volkswagen do Brasil

Melhor Carro Escolha da Audiência
Peugeot 3008


Roberto Nasser - De carro por aí

 
Coluna 4917   16.12.2017 -  edita@rnasser.com.br
JAC nascerá em Goiás ?
Governo goiano alardeia assinar termos necessários para incentivar com renúncia de ¾ do valor do ICMS com a empresa com representação da chinesa JAC para fazer automóveis em Itumbiara, Go. Sergio Habib, o representante, tentou instalar a empresa na Bahia mas enfrentou sérios percalços, da saída do sócio chinês à chegada do projeto Inovar-Auto, uma deferência pessoal do governo Dilma, visando detonar a possibilidade aberta pela JAC, vender carros importados, equipados, a preço de nacionais pelados. Produtos serão os utilitários esportivos T40 e o futuro T50, e processo se baseará na marcha a ré industrial adotada pelo Inovar Auto, com mínima nacionalização, por montagem de peças importadas e pequenina agregação de partes nacionais.

Haverá rapidez no processo pois segundo consta Habib/JAC arrendaram a fábrica pronta e fechada pela HPE, a montadora de Mitsubishis, e ali montou jipes Suzuki. Industrialmente a capacidade inicial é de 7 mil veículos/ano.
Goiás é pouco lembrado polo automobilístico, mas sedia produção de Mitsubishis e Suzuki em Catalão; Hyundai e Chery em Anápolis; terá chineses JAC em Itumbiara; opera máquinas agrícolas John Deere na mesma Catalão.

Enfim, a Inspeção Técnica
Contran, órgão normativo de trânsito, regulamentou a Inspeção Técnica Veicular. Obrigará todos os veículos a verificação de itens operacionais a cada dois anos para renovar licença. Será feita por órgãos públicos ou privados, chancelados por Detran de cada estado.

Decisão importante, aplica decisão anterior contida no Código de Trânsito Brasileiro, de 1997, necessária a depurar a frota dos veículos inseguros. Nada de invenção, ocorre em todo o mundo, de critérios não aleatórios, pois o órgão teve colaboração da AEA, a associação de engenharia automotiva.

Inicialmente serão motivos para não liberação os DMG, Defeitos Muito Graves ou DG, Defeitos Graves nos freios, pneus, rodas, equipamentos obrigatórios, equipamentos proibidos ou reprovação na inspeção de emissão de poluentes e ruído. No segundo ano, a inspeção incluirá o sistema de direção. Veículos reprovados terão 30 dias para correções e novo exame.

Carros com mais de trinta anos de produção, licenciados como Veículo de Coleção, com registro no certificado e placas pretas, estarão isentos.
Há movimento a partir de Brasília, petição eletrônica buscando reconsideração pelo Contran para isentar os antigos apenas antigos, não reconhecidos como De Coleção. Parece iniciativa sem possibilidade de êxito.

Boa ideia
O Contran criou o Roadmap, cronograma para as indústrias se prepararem a produzir os itens de segurança de aplicação futura, com segurança jurídica. O cronograma, à base de estudos técnicos para regulamentar itens a ser inspecionados. A obrigatoriedade deve se iniciar em 2019.

Com Prius Toyota lidera híbridos

Levantamento da Toyota indicou, ao superar a venda de 10 milhões de unidades de veículos híbridos, lideradas pelo Prius com 6,1M, terá evitado emissão de 77 milhões de toneladas de CO2, e reduzido o consumo de gasolina em 29 bilhões de litros, comparando-os com automóveis convencionais do mesmo porte e aplicação. A mudança faz parte das exigências da sociedade para melhor convívio com o meio ambiente, sólida tendência para o futuro. A Toyota entendeu-a e se preparou para assumir a liderança mundial na nova demanda, ao oferecer produtos com características de construção, utilização, preço e manutenção comparáveis aos veículos convencionais.

Olhos no futuro, a responsabilidade de sobrevivência em mercado mutante ante novas exigências, instigou a empresa à decisão de investir no caminho de criar a opção ao convencionalismo secular da formulação dos automóveis atuais, maioria do mercado.

Projeções da empresa sinalizam, para factibilizar os efeitos da redução de emissões e ganhos na qualidade do ar há que inseri-los no mercado e fomentar seu uso, significando substituir os carros convencionais, usuários dos motores endotérmicos pelos de nova tecnologia, e os híbridos são o primeiro passo para a mudança de comportamento dos consumidores.

A Toyota projeta, em 2050 não mais terá automóveis com motores de combustão interna. Em outubro de 2015 empresa anunciou seu Desafio Ambiental estabelecendo série de compromissos e desafios para aproximar-se do nível Zero em impactos negativos do automóvel, da produção ao uso.

Prius
Com o protagonismo de, há 20 anos produzir o primeiro híbrido em massa no mundo – além do Prius, vendido no mercado nacional, há outros -, e o foco de aproximar preço e facilidade de uso aos veículos convencionais, há uma aceleração pelo consumo do produto. Num mapa, em 20 anos venderam-se 10 milhões de unidades, numa aceitação crescente, e o milhão mais recente foi conquistado em apenas 9 meses.

Em quarta geração, agora construída sobre a nova plataforma modular da marca, a TNGA – Toyota New Global Architecture – focou em eficiência, desempenho ambiental, alta performance e prazer de condução.  

No Brasil o Prius lidera com ampla margem o segmento dos híbridos, num crescendo de aceitação. Nos 11 primeiros meses do ano vendeu 2.208 unidades, crescimento de 508% relativamente a 2016. Até o momento, desde 2013 quando iniciou vender o Prius no mercado brasileiro, em torno de 3.400 unidades foram vendidas. Sucesso está lastreado em preço contido, R$ 126.600, próximo ao modelo Corolla; em formas identificativas; conforto; praticidade e facilidade de uso; economia – quase 19 km/litro; manutenção com preços assemelhados aos serviços em Corolla; garantia de 8 anos para o sistema híbrido; motivação aos revendedores.

Roda-a-Roda
Fica ? – Agência econômica JP Morgan em papel aos clientes informou estar a Ford analisando seriamente deixar a operação na América Latina, à vista dos enormes prejuízos acumulados nos últimos anos. Ford, naturalmente, negou.

Futuro ? – Pode não sair, mas deve encolher, e aparentemente isto está há tempos no radar da matriz, pois a Ford Brasil não tem investimentos desde 2015. Condicionamento deve ditar revisão geral, como o futuro da fábrica em São Bernardo do Campo; a continuidade da produção de caminhões – só o Brasil e a Turquia fazem caminhões Ford.

De volta – Toyota volta importar sedã Camry. Lançado neste ano emprega motor V6, 3,5 litros, exibidos 310 cv, transmissão automática 8 velocidades, montados sobre nova plataforma TNGA. Encomendas abertas: R$ 189.900.

 – Problemas com o filtro de partículas do motor diesel em picapes Toro com transmissão mecânica ocorrem apenas na Argentina, onde reclamado. Aqui não há casos. Questão de uso. Filtro exige temperatura para auto limpar-se, e em Buenos Aires, para-e-anda em pequenas distâncias, não permite faze-lo.

Solução – Fiat fará pequeno manual ensinando o motorista a utilizar o veículo.

Multi – Volvo iniciou construir suv XC40 em Ghent, Bélgica. Vende-lo-á no Brasil ao início do segundo trimestre de 2018. Substituirá o XC60. É uma liga das nações: marca sueca, capital chinês, fabrica belga, vendas no Brasil.

Novo City – Festa de final de ano dia 20 Honda anunciará dados e detalhes do novo City 2018. Poucas mudanças de meio do ciclo: grade, faróis, para choques, procedimentos recentemente aplicados ao Fit. Missão, enfrentar Fiat Cronos e VW Virtus, de comercialização concomitante próximo ano.

Mercado – Janeiro, terceira semana, Volkswagen iniciará vender sedã Virtus.

... II – Fiat perdeu a corrida industrial e apenas terá seu Cronos um mês após. Apresenta-lo-á aos 06 fevereiro na fábrica de Ferreyra, Córdoba, Argentina.

Crença – Pablo Di Si, novo presidente da VW América do Sul, renovou crença de conduzir marca à liderança. Segundo disse, terá produtos – 25 até 2020 -, tem equipe, bom relacionamento com a rede revendedora.

Mico – Dentre os muitos prêmios de indicação profissional sobre veículos, há um Anti-Prêmio, o Pinóquio de Ouro, criação monocrática do jornalista Boris Feldman. Seu portal Auto Papo indicou laureado o picape Nissan Frontier.

Razão - A mentira justificativa da escolha é a afirmativa da marca sobre o eixo traseiro como tendo suspensão pelo sistema Multi Link. Induz pensar ser independente como o de automóveis de boa construção, mas a realidade é o uso de secular e incômodo eixo rígido.

Sem papo – Advocacia Geral da União negou pretensão do Prefeito de S Paulo de instalar radares para emitir multas por média horária. Disse, a legislação de trânsito não contempla tal possibilidade.

Mais uma – Two Flex, taxi aéreo, autorizada pela ANAC ligar cidades pequenas às maiores com linhas aéreas convencionais. Opera em Minas, ligando 17 cidades, com 18 monomotores turboélice Cessna Grand Caravan 9 passageiros.

Tradição – Nelson Piquet, filho, além da condução na internacional Fórmula E, volta na história: dirigirá na brasileira Stock Car pela Texaco.

Azul – Eleições no VCB – Veteran Car Brasília elegendo José Luiz German presidente; festa com pequena feira de artesanato para fazer recursos destinados a entidades de fins sociais. Ao final uma das voluntárias distribui brinde aos varões presentes: caixa de Viagra.

Reação - Manifestações machistas, declarações de desnecessidade ao uso, exceto antigomobilista mais objetivo, dizendo misturaria ao combustível; faria gasolina azul; e seu Ford modelo A teria rendimento de V8 !

Gente – José Antonio Valiati, CFO da Marcopolo, prêmio. OOOO O Equilibrista, pelo Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças, RS. OOOO Oliver Schmidt, 25 anos de VW, boa vida: VP de Finanças da Volkswagen Brasil. OOOO Veio da SAIC, sócia da matriz VW na China. OOOO Stefan Ketter, presidente da Fiat Chrysler América Latina, reconhecimento. OOOO Prêmio Líderes do Brasil na indústria automobilística brasileira. OOOO Julia Boch, alemã, financista, mudança. OOOO Diretora financeira da Porsche Brasil. OOOO Pamela Paiffer e Roberta Madke, da Ford, promoção. OOOO Novas gerentes para relacionamento com imprensa e corporativo. OOOO Boa solução doméstica para suprir vagas recém abertas. OOOO  

VW Virtus, pioneiro em inteligência artificial
Com lançamento em janeiro e em meio ao cenário onde os automóveis fazem crescente absorção de tecnologia e equipamentos de inteligência artificial para comunicação, o Volkswagen Virtus terá pioneirismo no setor: capacidade para ajudar motoristas. 

Qualquer dúvida sobre o conteúdo do Manual do Proprietário poderá ser esclarecida com pergunta verbal, pois o equipamento entende a linguagem natural como se fosse uma conversa. Consultas também podem ser feitas por escrito ou fotografia, pelo sistema Watson IBM Cloud. Recursos inéditos de conectividade e digitalização, permitem respostas práticas a demandas como utilizar plenamente o sistema de infodiversão pela tela de 20 cm, ou indagar como o telefone pode ser espelhado para entrar no arquivo do Virtus. Perguntas podem ser feitas em Português ou Espanhol.

Identidade
Comprador do Virtus pode baixar o graciosamente o arquivo encontrável nas plataformas IOS (Apple) e Android (Google), para receber uma Identidade Volkswagen – um sistema comum às 12 marcas do grupo VW. A VW ID será vinculada à identificação alfanumérica do chassis. A identificação será do cliente e não do veículo, seguindo com ele em todos os Volkswagen que tiver, de caminhão Scania a moto Ducati, de VW a Bentley.

Sistema é para simplificar, e para cumprir sua missão se aperfeiçoa com a interação, podendo absorver sotaques. Em mensagens escritas segue as simplificações típicas desde modal de comunicação, como entender que “vc” significa “você, “qd” será quando, etcccc

Exemplo claro: No recurso Comando de Voz, se cliente indagar:
“como conecto meu celular no rádio?”.

Resposta será: “Antes de tudo, a ignição precisa estar ligada, seus fones de ouvido desconectados e o celular desbloqueado e com Bluetooth ativado. Tudo certo? Então siga esses passos:”

Serão apresentados CARDS para o usuário, com imagens e textos
Sistema responde a todas as questões relacionadas ao produto, permite agendar revisões, recebe atualizações técnicas.



JAGUAR F-PACE CONQUISTA CINCO ESTRELAS NOS TESTES DE SEGURANÇA DA EURO NCAP

O Jaguar F-PACE, SUV eleito World Car of The Year 2017, conquistou cinco estrelas nos últimos testes de segurança realizados pela Euro-NCAP.

O SUV de performance esportiva obteve 93% para proteção de ocupantes adultos, 85% para proteção de ocupantes infantis e 80% para proteção de pedestres.

Combinando um design premiado, engenharia inovadora e, agora também, uma classificação de segurança de cinco estrelas, o Jaguar F-PACE torna-se um dos melhores carros premium para famílias disponíveis no mercado. Este resultado também confirma o status de segurança atual da família PACE, após o recente prêmio de cinco estrelas para o novo SUV compacto E-PACE

O F-PACE possui várias tecnologias de segurança avançadas, como o Frenagem Autônoma de Emergência com Detecção de Pedestre como item de série, que identifica um risco de colisão com carros ou pedestres à frente e aplica automaticamente os freios. Nos testes, o sistema marcou pontos máximos em testes de pedestres, além de evitar ou mitigar todos os cenários interurbanos.

O F-PACE tornou-se o Jaguar com vendas mais rápidas de todos os tempos, com o 100.000º veículo recentemente produzido na fábrica da Solihull da Jaguar Land Rover. O SUV já recebeu mais de 70 prêmios globais, incluindo os títulos de World Car of the Year e World Car Design of the Year em 2017.

O Jaguar F-PACE possui uma arquitetura intensiva em alumínio, com seis airbags que oferecem máxima segurança aos ocupantes, aliados a um conjunto de sistemas avançados de assistência ao condutor. A combinação de medidas de segurança ativas e passivas ajudou a fornecer uma classificação geral do Euro NCAP de 85%.

Frenagem autônoma de emergência com identificação de pedestre: fornece um aviso sonoro de perigo de colisão dianteira e, se o motorista não agir, aplica os freios para ajudar a reduzir a gravidade de uma colisão ou evitá-la.



Detecção de Tráfego à frente: é capaz de identificar itens que atravessam o caminho do veículo. Em seguida, fornece um aviso visual na tela central quando um perigo potencial é identificado.


Controle de Cruzeiro Adaptativo com Assistente de Fila: reduz automaticamente a velocidade se o veículo à frente também reduzir. Uma vez que a estrada à frente estiver livre, ele retoma a velocidade predefinida.



Assistente de Faixa de Rodagem detecta uma saída da pista involuntária e aplica uma contra-direção corretiva para manter a posição na faixa.


Monitoramento de Tráfego Reverso: avisa o motorista de veículos, pedestres ou outros perigos que se aproximam de cada lado do veículo, por meio de alertas de áudio e visuais.


Monitor de Fadiga do Motorista: detecta a fadiga do motorista por meio do monitoramento de direção, freio e acelerador, fornecendo alertas quando o cansaço é detectado.


Assitente de Ponto Cego: alerta o motorista sobre os veículos que estão – ou que se aproximam rapidamente – do ponto cego com uma luz de advertência piscando e guiará o carro com segurança, se o veículo começar a mudar de faixa.

20º Porsche Racing Festival encerra com sucesso a temporada 2017 do Porsche Club Brasil

A temporada 2017 do Porsche Club Brasil chegou ao fim com a realização do 20º Porsche Racing Festival no Autódromo Velo Città, em Mogi Guaçu-SP, nos dias 8 e 9 de dezembro. Os participantes tiveram oportunidade de colocar na pista seus Porsches esportivos (911, Boxster e Cayman) e também de avaliar o comportamento do Cayenne S E-Hybrid no fora de estrada, durante a ação especial Cayenne Splash Off Road.

Todas as atividades competitivas aconteceram ao longo dos dois dias de evento. No asfalto, os concorrentes tiveram dois dias com baterias de treinos livres (três para cada grupo) e, no final da tarde, a realização da prova Flying Lap, em que cada piloto tem três voltas para marcar tempo em sua categoria. O resultado final foi definido pelo melhor tempo do piloto, independente do dia em que o tempo foi obtido.

Paralelamente, foi realizado o Cayenne Splash Off Road, uma ação especial exclusiva para os pilotos das equipes inscritas no campeonato Porsche Club Cup. O Cayenne Splash Off Road aconteceu no circuito de terra do Velo Città, uma pista com obstáculos diversos como rampas, atoleiros, trechos acidentados e curvas inclinadas. Cada equipe fez o percurso uma vez, a bordo de um Cayenne S E-Hybrid. O objetivo da competição era derramar o mínimo possível da água contida em uma caixa de acrílico colocada sobre o teto do carro. No final, deu empate, com duas equipes (CAP e Eagle's Team) dividindo a vitória.

Nos intervalos dos treinos, um Porsche muito especial esteve na pista: o 911 GT3 R, carro de corrida vencedor do Campeonato Brasileiro de Endurance de 2017. 

Pilotado por Marcel Visconde e Ricardo Mauricio, o 911 GT3 R obteve quatro vitórias e um segundo lugar nas seis etapas disputadas. Nos boxes, o 911 GT3 R dividia as atenções com modelos de rua como o 718 Boxster S, o 911 Turbo, o Panamera 4 E-Hybrid e dois 911 Carrera. Também estavam em exposição dois exemplares clássicos: um 911 Carrera Cabriolet 1997 e um 911 Carrera 4S cupê 1996 (um dos dois únicos no Brasil equipados com kit que aumentava a potência de 285 para 295 HP).

Durante os dois dias, os lounges (um localizado nos boxes e outro no camarote, no andar superior) receberam um grande número de convidados, inclusive mulheres e crianças que puderam se entreter com os Porsches e também com atividades como simulador de corridas, mini spa e massoterapia. As crianças menores tinham diversos desenhos de Porsche para pintar com lápis de cera. Os convidados (exceto os menores de 18 anos) puderam dar duas voltas na pista durante a Porsche Parade, que reuniu todos os carros da marca presentes ao autódromo.


Tanto a Flying Lap quanto o Cayenne Splash Off Road contaram pontos para a Porsche Club Cup, campeonato de equipes formadas pelos participantes dos eventos do Porsche Club Brasil. Sagrou-se campeã a equipe Gulf, com 471 pontos, seguida pela Eagle’s Team (447), Handicap (371), Speedster (356) e, fechando os cinco primeiros lugares, TAG Porsche (339).

Ícone do esporte, Paulão Gomes realiza sonho: correr ao lado do filho, também campeão da Stock Car

Paulo Gomes é o maior campeão do automobilismo brasileiro, com um total de 15 títulos nacionais, quatro deles somente na Stock Car. Mesmo assim Paulão, como é conhecido, ainda tem um sonho a realizar: dividir o volante de um carro de competição com o filho mais novo, Marcos Gomes, que seguiu os passos do pai para também ser campeão da principal categoria nacional, em 2015. Amanhã (17), em Interlagos, a dupla defenderá a equipe Hero Motorsports durante a nona etapa da Old Stock Race, categoria que utiliza os mesmos modelos Opala empregados pela Stock Car nos anos em que Paulão dominava os autódromos.

Paulo de Mello Gomes foi campeão em 1979, 1983, 1984 e 1995, nos últimos anos em que a Stock Car ainda guardava resquícios da aura romântica do início do automobilismo brasileiro. O Old Stock da dupla pai e filho ostentará o famoso número 22 com o qual o patriarca da família venceu dezenas de corridas em várias pistas do país e nas mais diversas categorias. Com um estilo “marrento”, muita ousadia e habilidade, o experiente piloto da Hero Motorsports ainda hoje permanece como referência de coragem ao volante para as novas gerações. “É um privilégio ter um pai que escreveu essa história e será emocionante entrar na pista junto com ele. Nunca fizemos isso e certamente será algo marcante, que vamos guardar para sempre na memória”, diz Marcos Gomes.

Apesar da longa carreira, na qual viveu as mais diversas situações, Paulo Gomes diz que o próximo domingo é um dos dias mais aguardados de sua carreira. “Para um piloto, dividir o volante com um filho é algo quase inimaginável. Essa é uma coisa que a gente começa a vislumbrar somente quando a carreira dele decola. Então, é um objetivo sempre distante. Mas vai acontecer no domingo, e será sensacional”, diz Paulão. “Entre todos os companheiros de equipe que tive, ele certamente será o melhor. Sou fã dele”, brinca o tetracampeão da Stock Car.

60 anos do Campeonato Paulista – A exibição da dupla Paulão e Marquinhos Gomes também visa chamar a atenção para os 60 anos do Campeonato Paulista de Automobilismo. Uma das mais antigas competições regionais do Brasil, o torneio revelou – seja em sua versão de autódromo ou de kartódromo – grande parte dos principais pilotos do país. “O Paulista trouxe muita gente boa para a pista”, diz Paulão. “E também sempre foi usado para treino e desenvolvimento dos carros preparados pelas equipes para disputar os torneios nacionais. É o maior campeonato regional do Brasil, dá emprego para milhares de pessoas e certamente é o mais importante torneio estadual que temos. Por isso, acho que merece que essa data seja lembrada para que o público valorize o Campeonato Paulista e nós possamos ter mais 60 anos de muitas boas corridas pela frente”, completa o tetracampeão da Stock Car.