terça-feira, 23 de maio de 2017

Wagner Gonzalez em Conversa de pista - Alonso já venceu em Indianápolis

Wagner Gonzalez
Espanhol vai largar na segunda fila na corrida de domingo.
Dixon garante pole com média de 373,632 km/h.

Kanaan é o melhor brasileiro no grid


As 500 Milhas de Indianápolis deste ano acontecem domingo mas o espanhol Fernando Alonso já pode ser considerado um vencedor da corrida com a maior premiação em dinheiro do automobilismo mundial. O feliz ganhador da tradicional Indy 500 de 2017 poderá receber mais de US$ 3 milhões e um prestígio que permitirá aumentar bastante esse valor. Três vezes vencedor da competição, o brasileiro Hélio Castro Neves foi o primeiro a quebrar a barreira dos US$ 3 milhões com sua vitória em 2009. Nos ultimos anos a média do prêmio entregue ao vencedor ficou em torno de US$ 2,7 milhões.

Carro de Alonso está cada vez mais coberto por marcas de patrocinadores (IMS)
Alonso pode até não vencer a corrida, mas já deixou sua marca na história do evento: ele vai largar em quinto, ocupando a vaga central da segunda fila e mostrou uma adaptação supreendentemente rápida à pista norte-americana. Convertendo isso para moeda forte o resultado é que seu Dallara-Honda está cada vez menos laranja, a cor original da McLaren, e cada vez mais marcado por patrocinadores que pegaram carona em uma muito bem estruturada ação de marketing. Fala-se mais da estreia de Fernando Alonso no “Brickyard (referência ao pavimento original do quadrilátero de 2, 5 milhas de extensão) do que de Scott Dixon, o autor da pole position. E olhe que ele já tinha conquistado o feito em 2009 e 2015...

Scott Dixon celebra a conquista de sua terceira pole position em Indianapolis (IMS)
Tão ou mais contundente que tal resultado é o fato da performance de Alonso desviou os holofotes outrora focados no GP de Mônaco para o traçado de Indiana. Como consequência, o mundo do esporte a motor viu-se obrigado a diminuir o espaço da corrida mais charmosa da temporada da F-1 para esmiuçar as entrelinhas do acordo que tornou possível a estreia do asturiano bi-campeão mundial no universo de Indy.

A inglesa Pippa Mann é a única mulher entre  que disputa a Indy 500 deste ano 
Eu mesmo já ouvi algumas pessoas comentarem que a jogada não era apenas amenizar o vexame que a Honda vive no que um dia foi o Reino de Ecclestone. Dessas almas saíram comentários de que o objetivo desse trabalho seria unificar as duas categorias; James Bond já convenceu muita gente a nunca dizer nunca e o próprio Bernie Ecclestone sempre diz que “everything is possible”; Até coloco algumas fichas na vitória de Alonso, mas juntar Indy com F-1 seria como colocar catchup e mostarda em uma pizza do Camelo ou da Cantina Speranza. Por tudo isso, considero que Alonso já venceu em Indy.

Matheus Leist conquistou a pole para a prova preliminar, que acontece sexta-feira
Para quem gosta de corrida o fim de semana propõe uma agenda cheia: a manha de domingo tem a F-1 nas ruas do Principado de Mônaco e após o almoço será a vez de acompanhar as 500 Milhas de Indianapolis. Não bastasse isso na sexta-feira será interessante acompanhar o desempenho de Matheus Leist, que larga na pole position para a prova de F-Indy Light, categoria de acesso. O piloto gaúcho trocou o automobilismo europeu pelo norte-americano e seu desempenho vem crescendo a cada etapa.




Wagner Gonzalez
(11) 98326 6630

(11) 5044 9529

Air Hamburg se torna cliente-lançador do Legacy 650E da Embraer

A Embraer anunciou hoje que a empresa de fretamento de aeronaves executivas Air Hamburg, da Alemanha, é o cliente-lançador do novo Legacy 650E. A empresa expandirá sua frota composta por jatos executivos da Embraer com um pedido adicional de três novos Legacy 650E. 

O contrato tem um valor de USD 77,7 milhões, com base nos atuais preços de lista, e será incluído no backlog do segundo trimestre de 2017 da Embraer. A entrega das aeronaves está prevista para o terceiro trimestre deste ano. O acordo foi anunciado durante a abertura da 17ª Convenção e Exposição da Aviação Executiva Europeia (EBACE) em Genebra, na Suíça.

“Estamos muito satisfeitos com o novo pedido da Air Hamburg, que vai impulsionar ainda mais o seu crescimento por meio dos excepcionais custos operacionais do Legacy 650E e a experiência superior que as suas três zonas de cabine e as diversas amenidades oferecem”, disse Michael Amalfitano, Presidente e CEO da Embraer Aviação Executiva. "A proposta de valor incomparável do Legacy 650E resulta na produtividade e eficiência desejadas pelos operadores de voos de fretamento e departamentos de voos corporativos de todo o mundo".

A Embraer tem percebido um crescente interesse de empresas de voos fretados pelo Legacy 650E. Como um dos maiores provedores de serviços de aviação executiva da Europa, a Air Hamburg também adicionou esse ano à sua frota um Legacy 500 e um Phenom 300, elevando para 11 o número de aeronaves Embraer que compõe a suas operações, sendo oito Legacy 600/650, um Legacy 500 e dois Phenom 300.

"O Legacy 650E é uma escolha lógica, considerando a experiência incomparável que nossa atual frota de Legacy 600/650 já oferece aos nossos clientes em voos pela Europa, Rússia e Oriente Médio", disse Simon Ebert, sócio da Air Hamburg. "A nova versão desta comprovada plataforma é ideal para o nosso plano de crescimento e continuarmos oferecendo um serviço de fretamento sofisticado, com as mais recentes tecnologias a bordo de um dos jatos executivos mais confortáveis e confiáveis da indústria".


Com três distintos ambientes, além da maior cabine e compartimento de bagagem da categoria, o Legacy 650E também conta com uma garantia sem precedentes de 10 anos ou 10.000 horas de voo, a mais longa na indústria de jatos executivos.

BMW Group mostra carros clássicos na corrida Mille Miglia 2017



Corrida de carros históricos mais famosa do mundo desde 1927, a Mille Miglia 2017 terminou neste domingo (21) com um espetáculo de modelos clássicos desfilando entre as cidades de Roma e Bréscia, na Itália, em um trajeto de 1.600 quilômetros entre ida e volta.  


Cerca de 450 veículos participaram da edição deste ano do evento, seis deles modelos BMW - entre eles um BMW 328, cuja primeira aparição ocorreu com vitória na Eifel Race em 1936, na categoria de veículos com capacidade até 2.0 litros. Neste ano, o time BMW Group Classic trouxe uma unidade do BMW 328 Berlim-Roma Touring Roadster, construído em 1937, e um BMW 328 Mille Miglia Roadster, de 1939.


Toyota do Brasil inicia exportação do Etios para Costa Rica e Honduras

A Toyota do Brasil anuncia a expansão da comercialização de seu compacto Etios para outros dois países da América Latina: Costa Rica e Honduras. 

O veículo, produzido em solo brasileiro, na planta da marca na cidade de Sorocaba (SP), será exportado na configuração sedã, equipada com motor 1.5L a gasolina, versão manual, para a Costa Rica, e automática, para o mercado hondurenho.

Com adição de Costa Rica e Honduras, o Etios passa a ser comercializado em sete países: Argentina, Brasil, Paraguai, Peru, Uruguai, além dos dois países localizados na região da América Central.
.
A marca reafirma seu compromisso com o desenvolvimento e crescimento sustentável da Costa Rica e Honduras e continuará a monitorar a demanda nessas regiões, a fim de ofertar volume compatível com o potencial de consumo.


“A Toyota sempre buscará quebrar quaisquer barreiras e superar limites para oferecer aos clientes da América Latina e Caribe a melhor experiência de compra e propriedade. A expansão das exportações do Etios pertence a um plano que visa integrar toda a região latino-americana como uma grande família e um único objetivo: proporcionar plena satisfação aos nossos clientes e ser recompensado com seus sorrisos”, disse Steve St.Angelo, CEO da Toyota para América Latina e Caribe e Chairman da Toyota do Brasil e Argentina.

TRP lança kit de embreagem para linha Scania Série V

A TRP, linha multimarcas da PACCAR Parts, líder global em distribuição de peças e atendimento qualificado aos clientes, lança kit de embreagem para a série V da Scania, incluindo as linhas P, G e R. As peças estão disponíveis em toda a rede DAF Caminhões com preços especiais de lançamento.

“Esta é a terceira linha que lançamos este ano e temos outras novidades previstas. Sabemos que nossos clientes buscam por uma linha cada vez mais completa de produtos e estamos trabalhando para isso”, diz Carlos Tavares, Diretor da PACCAR Parts Brasil.

Os produtos têm garantia de 1 ano e passam por testes rigorosos em termos de padrões de qualidade. O kit de embreagem já pode ser encontrado nas 22 concessionárias DAF Caminhões espalhadas em todo o Brasil. As unidades são preparadas para receber tanto caminhões DAF como de outras marcas para serviços preventivos, manutenções periódicas e também atendimentos emergenciais.


Para saber qual a concessionária mais próxima acesse o site da PACCAR Parts Brasil

Nova Nissan Frontier escolhida como “Compra do Ano 2017”

Lançada em março no Brasil, a nova Nissan Frontier foi considerada a "Compra Certa 2017" no segmento de picapes médias pelos profissionais da revista especializada "Motorshow". 

O guia de compras da publicação considera todos os modelos disponíveis no mercado brasileiro, analisando itens como preço, manutenção, seguro, entre outros, para indicar aos consumidores os modelos com melhor-custo benefício em diversos segmentos. É a primeira vez que a picape da Nissan conquista essa indicação da publicação.


Para a revista, a Nissan Frontier destacou-se em um segmento com muita competição principalmente "pelo projeto moderno mais recente". Além disso, foram destacadas qualidades da nova geração da Nissan Frontier como o nível de tecnologia embarcada, com os sistemas de auxílio de partida e de descida de rampas, uso de dois turbos no motor (única com o recurso no segmento), além de da nova suspensão multibraços com eixo rígido.

Veículos inovadores para o transporte de pessoas e cargas mostram futuro do transporte municipal

A ZF acaba de fechar um contrato de joint venture com a empresa e.GO Mobile AG através da sua subsidiária Zukunft Ventures. 

As metas da nova joint venture e.GO Moove, sediada em Aachen, consistem em desenvolver, produzir e vender veículos transportadores autônomos de pessoas e cargas. O primeiro protótipo foi apresentado recentemente no campos da RWTH Aachen University. A ação está baseada na premissa de que a eletromobilidade autônoma tornará o trânsito em áreas metropolitanas mais limpo, seguro e eficiente. Com a joint venture será possível promover o estabelecimento desses sistemas e inspirar outras inovações tecnológicas.  

"Veículos e-shuttle autônomos, conectados e assim altamente flexíveis desempenharão um papel significativo em áreas urbanas e metropolitanas do futuro como modalidades de transporte seguras, confortáveis, eficientes e ambientalmente corretas”, explica o Dr. Stefan Sommer, CEO da ZF Friedrichshafen AG. “Estes veículos nos colocam a um importante passo, cada vez mais próximos da nossa Vision Zero.”

A ZF é um dos principais fornecedores automotivos de driveline eletrificado, que são elementos básicos fundamentais no compromisso da ZF para com a joint venture idealizada, a empresa e.GO Moove, por serem caracterizados pela durabilidade, economia e alto nível de eficiência. Além disso, a ZF também disponibilizará suas tecnologias de ADAS, chassis e de fusão de sensores para a joint venture. 

A caixa de controle de supercomputação escalável ZF ProAI desempenhará um papel central como um sistema de veículo integrado que pode ser atualizado na nuvem. A caixa de controle baseia-se em algoritmos de inteligência artificial para aplicações na infraestrutura do veículo, sendo inclusive capaz de aprender. Ela pode se comunicar com outros veículos e com o seu ambiente ao redor, e, na forma de inteligência de enxames, torna as frotas de veículos mais seguras e mais eficientes. A ZF, a e.Go Mobile AG e a Nvidia trabalham em conjunto para desenvolver e testar funções de condução autônoma para o e.GO Mover.

A joint venture estabelecida pela e.GO Moove será um ótimo acréscimo a este mercado. Conforme informa o Dr. Stefan Sommer, “juntos com a e.GO estamos combinando o poder de inovação, velocidade e know-how de produção global na indústria da mobilidade com vendas de primeira classe e expertise em serviço. Os veículos transportadores de pessoas e cargas da e.GO demonstrarão a nossa expertise em sistemas mecânicos inteligentes, bem como em condução autônoma e, assim, nas soluções de mobilidade do futuro.”


Portanto, a ZF continua a estabelecer acordos de cooperação com parceiros externos e outros especialistas neste campo, motivo este pelo qual ela fundou a Zukunft Ventures GmbH em setembro de 2016. Sediada em Friedrichshafen, esta nova empresa tem uma missão bem clara, ou seja, investir em empresas que estejam ativamente desenvolvendo tecnologias que são relevantes para a ZF. E, por parte da ZF, essas empresas de menor porte, porém já bem estabelecidas, recebem o apoio de um sólido parceiro. Em contrapartida, a ZF está expandindo o seu portfólio para incluir tecnologias sustentáveis que a manterá um passo à frente da concorrência.

segunda-feira, 22 de maio de 2017

Tarcísio Dias em Mecânica Online - Mais perto da condução autônoma


Quem poderia imaginar que quando o primeiro modelo Ford T saiu da linha de produção em 1908, essas “carruagens sem cavalos” seriam capazes de se conduzirem sozinhas, melhor que qualquer humano?

Este é o principal desafio da batalha tecnológica no desenvolvimento do carro autônomo, colocando no mesmo ring os gigantes do Vale do Silício, incluindo Google, Uber e Tesla, competindo com os gigantes automotivos, de Detroit a Munique, sobre o futuro dessa viagem.

Mas enquanto ela não começa, já estamos assistindo a ampla aplicação de sistemas de assistência ao condutor nos veículos oferecidos em nosso mercado. Vamos com a principal e mais recente novidade, o novíssimo BMW Série 5.
Além de um novo chassi, com centro de gravidade mais baixo e maior rigidez torcional, o modelo reduziu seu peso em cerca de 100 kg em comparação com a geração anterior, principalmente pela aplicação do alumínio, magnésio e aços de alta resistência.

Com novo sistema de Controle de velocidade de Cruzeiro Ativo (ACC) e a nova geração do sistema Auto Start/Stop, o modelo revela suas credenciais de recursos que vão tornar a condução autônoma cada vez mais perto.

Auxiliar de direção e de pista - Mantém o carro na trajetória em velocidades até 210 km/h, orientando-se tanto pelo veículo à frente como pelar marcações e faixas na pista. Em velocidades entre 30 e 70 km/h o sistema permite correções de rota sem as mãos no volante.

Auxílio de evasão - Sistema que ajusta a trajetória do veículo em caso de mudança brusca de direção de acordo com input do motorista ao volante. Além disso, ele usa sensores para detectar quanto espaço livre está disponível ao redor do carro. O sistema atua em velocidades até 160 km/h.

Aviso de Trânsito perpendicular - Utiliza sensores de radar para monitorar o tráfego em junções de difícil ângulo de visão ou quando for manobrar fora de um espaço de estacionamento localizado em um ângulo reto para a estrada.

Alerta de saída da faixa de rodagem - Avisa o motorista em caso de saída da faixa de rodagem e o auxilia a retomá-la. Atua entre 70 km/h e 210 km/h.

Aviso de colisão lateral - Condutor é avisado visualmente e através de vibrações no volante se outro veículo se aproximar muito. Caso o sistema detecta espaço suficiente no lado oposto, conduz o veículo neste sentido para o afastar da zona de perigo, dentro da faixa de rodagem. Atua entre 30 km/h e 210 km/h.

Active Cruise Control (ACC) - O sistema leva em conta agora as saídas das rodovias e rotatórias, além de adaptar a aceleração nessas situações. Além disso, ele detecta não só o veículo diretamente na frente, mas também o veículo em frente àquele no comboio. Funciona entre 0 e 210 km/h.

ConnectedDrive - Plataforma que oferece serviços conectados para os veículos BMW. Algumas das suas funcionalidades são a Chamada Inteligente de Emergência, o Concierge e a navegação com informação de trânsito em tempo real. O usuário ainda tem acesso ao BMW Online, que permite o acesso às contas de e-mail e o recebimento de notícias personalizadas durante o deslocamento.

BMW Connected: assistente de mobilidade pessoal que está disponível desde o final de março de 2016 na Europa, e foi lançado no Brasil no Salão do Automóvel de 2016, em novembro.

Atualmente, o foco está na oferta de serviços digitais que facilitam o planejamento de viagens e compromissos. Graças ao BMW Connected o usuário chega ao seu compromisso a tempo e sem stress.

O sistema aprende o padrão de mobilidade do usuário, antecipa seus destinos usuais, integra a sua agenda e seu calendário, transformando a experiência do cliente antes, durante e depois da viagem.

A partir da sua plataforma flexível, a Open Mobility Cloud, o BMW Connected processa informações na nuvem, permitindo a integração da vida digital do usuário a partir de uma série de dispositivos, o iPhone e o Apple Watch.

Apple CarPlay: O suporte ao Apple CarPlay é oferecido no novo sedã BMW Série 5 e está diretamente integrada ao ambiente do sistema do carro (telefone, incluindo seus aplicativos). O sistema é controlado através do Controlador iDrive ou através da operação com toque. BMW é o primeiro fabricante de automóvel a oferecer Apple CarPlay de forma completamente sem fio.

Head-Up Display e reconhecimento de voz: O novo Head-Up Display é 70% maior do que o antecessor e apresenta gráficos em 3D e entende frases inteiras por comando de voz.

PERFIL
Tarcisio Dias é profissional e técnico em Mecânica, além de Engenheiro Mecânico com habilitação em Mecatrônica e Radialista, desenvolve o site Mecânica Online® (www.mecanicaonline.com.br) que apresenta o único centro de treinamento online sobre mecânica na internet (www.cursosmecanicaonline.com.br), uma oportunidade para entender como as novas tecnologias são úteis para os automóveis cada vez mais eficientes.

Coluna Mecânica Online® - Aborda aspectos de manutenção, tecnologias e inovações mecânicas nos transportes em geral. Menção honrosa na categoria internet do 7º Prêmio SAE Brasil de Jornalismo, promovido pela Sociedade de Engenheiros da Mobilidade. Distribuída gratuitamente todos os dias 10, 20 e 30 do mês.

Fábrica da Meritor em Resende completa quatro anos com 100 mil eixos produzidos

A Meritor, principal fornecedora de eixos e sistemas para o drivetrain de veículos comerciais pesados na América do Sul, comemora quatro anos da sua fábrica em Resende, no Rio de Janeiro. Neste período foram produzidos 100 mil eixos. 

Com investimento de R$ 90 milhões, a unidade fabril, que funciona dentro do parque de fornecedores da MAN Latin America consolidou a cooperação entre as empresas para produzir localmente componentes para a montadora.


Com 61 anos de operações no Brasil, a Meritor tem como principais clientes Ford, MAN Latin America, Volvo, Iveco, International, DAF, Mercedes-Benz e Agrale para quem fornece eixos trativos completos. Durante este período produziu mais de 8 milhões de eixos. Destes, mais de 3,5 milhões para veículos comerciais.


Além de Resende, a Meritor possui fábricas de eixos em Osasco (SP) e mantém, desde 1986, uma joint venture com a Randon para a produção de sistemas de freios da marca Master, em Caxias do Sul (RS).

Frida Lickel é a nova Diretora Comercial da Citroën do Brasil.

Natural de São Paulo, Frida Lickel, 44 anos, casada, duas filhas, é formada em Administração de Empresas.


Com ampla experiência profissional, participou ativamente da implantação da marca Citroën no Brasil no início dos anos 90. A executiva também atuou no Grupo PSA Peugeot Citroën como responsável pela área de Administração, Planejamento e Programação, onde pôde gerenciar a sinergia da área de Planejamento e Distribuição de Vendas para as marcas Citroën e Peugeot.

Lançamentos Kolbenschmidt (KS) para o mercado de reposição nos segmentos leve e pesado

O mercado de reposição já pode contar com novos itens da Kolbenschmidt (KS) nas linhas de anéis de segmento e bronzinas de biela e mancal da Cummins, Ford, GM, Iveco, Volkswagen e Volvo.

Nas montadoras Cummins, Ford e Volkswagen as bronzinas de mancal atendem os motores ISB 3.9L e ISB 5.9L, com fabricação a partir de 1998; e na Iveco as bronzinas equipam os motores F4 AE .

Para a Volvo as bronzinas de biela e mancal  são aplicadas nos motores D 12, D13, DXI 12, DH 12, TAD 1241, TAD 1242, TAD 1250, TAD 1251, TAD 1252 e TWD 1240 produzidos a partir de 1990.


Já para GM os novos anéis de segmento são aplicados nos motores 2.4L 8V que equipam a S10 e Blazer - gasolina e flex; 2.4L 8V que atende a Nova S10 produzida a partir de 2012; e 2.4L 16V utilizado no Vectra – flex, com fabricação a partir de 2006.

domingo, 21 de maio de 2017

Toyota aumenta produção da Hilux e SW4 na Argentina

A Toyota anuncia a expansão de 30% no volume de produção dos modelos Hilux e SW4, o que representa um incremento na ordem de 34.000 unidades a mais por ano, em sua planta localizada na cidade de Zárate, na Argentina, até o final de 2017. O aumento irá proporcionar a abertura de 300 novos empregos naquela unidade. Com a ampliação da produção, a marca também planeja elevar o volume das exportações em 50%, sendo 70% direcionado para 21 países na região da América Latina e Caribe.

A fábrica da Toyota em Zárate produz, atualmente, cerca de 97.000 veículos por ano, com 77.000 picapes Hilux e 20.000 SUVs SW4. Com a expansão na linha de produção dos modelos, a capacidade daquela unidade deve chegar a algo perto de 131.000 unidades/ano, em dois turnos de trabalho. A fábrica ainda tem o potencial para atingir 140.000 unidades/ano, em sua capacidade plena. Atualmente, cerca de 5.000 colaboradores atuam nesta fábrica.

“Estou muito feliz porque, hoje, um sonho torna-se realidade, devido à boa cooperação do Governo argentino, sindicatos, fornecedores, concessionários e todo o time da Toyota, que trabalharam juntos, como uma família”, declara Steve St.Angelo, CEO da Toyota para América Latina e Caribe e Chairman da Toyota do Brasil e Argentina. “Esta é uma ótima notícia e representa outro passo fundamental no posicionamento da Toyota na Argentina e na região da América Latina como base de exportação dos modelos Hilux e SW4”, complementa.

O anúncio foi feito durante encontro no Japão entre o presidente argentino, Mauricio Macri, e o Chairman da Toyota Motor Corporation, Takeshi Uchiyamada. O aporte realizado para esta nova etapa é o mais recente de uma série de investimentos feitos pela marca na região e que totaliza mais de R$ 2 bilhões nos últimos cinco anos.


Em 2002, a Toyota iniciou o plano para expandir sua operação na Argentina, quando a empresa anunciou investimentos a fim de tornar a planta de Zárate referência em produção e exportação de veículos comerciais leves. A estratégia foi consolidada em 2005, com o lançamento do projeto que deu origem à produção local da picape média Hilux e do SUV médio SW4, revolucionando o mercado argentino. Desde 1997, a fabricante produziu mais de um milhão de unidades.

Mitsubishi Motors estreia novo site

A Mitsubishi Motors estreou nesta semana seu novo site, mais moderno, intuitivo e repleto de novos e modernos recursos. O portal reflete o DNA 4x4 da marca, trazendo inovação, tecnologia e dinamismo.

O novo portal da marca está ainda mais intuitivo para o usuário, destacando não só os produtos, mas também os eventos e competições que a Mitsubishi promove. A plataforma permite fácil acesso em computadores, tablets e smartphones.

Na nova área de Veículos, as imagens estão maiores e é possível assistir vídeos e tutoriais de cada um dos produtos, promovendo uma experiência ainda maior para o cliente. Também é possível montar seu carro com todos os itens e opções de cores disponíveis, além de agendar um teste drive na concessionária mais próxima.

Os clientes da marca ganham uma área de acesso exclusiva através de cadastro por chassi e/ou CPF, onde fica fácil acompanhar as informações do seu carro, pré-agendar revisões com praticidade, se inscrever para eventos da marca e se comunicar com um dos SACs mais bem avaliados do Brasil, segundo o site ReclameAqui!

Eventos, cursos e ralis 
Totalmente reformulada, a área dedicada aos eventos, cursos, passeios e ralis da marca está muito mais dinâmica. Contendo todas as informações de cada uma das etapas, o cliente pode consultar as datas, cidades e fazer sua inscrição para participar dos ralis Mitsubishi Motorsports, Mitsubishi Outdoor, Mitsubishi Cup ou do passeio Mitsubishi Experience 4x4.

Os participantes também poderão compartilhar fotos e vídeos dos eventos em um ambiente especialmente desenvolvido para isso.
Acesse e confira: www.mitsubishimotors.com.br

Nissan Kicks nacional está cegando as concessionárias

Em breve, as concessionárias Nissan de todo o país começam a receber as primeiras unidades do crossover urbano Nissan Kicks produzido no Complexo Industrial de Resende, no estado do Rio de Janeiro. O modelo nacional trará diversas novidades em versões, equipamentos e também cores.

Uma das grandes atrações é que a linha será ampliada. Com a chegada do modelo brasileiro, o Nissan Kicks contará com versões S, SV, SL, além de um modelo voltado para pessoas com deficiência (PcD) e táxis. 

Outras novidades serão a oferta do câmbio manual e a disponibilidade de novos equipamentos – alguns deles inéditos para o segmento – e de novas cores e combinações 2-Tone. A versão S com câmbio manual, por exemplo, virá equipada com itens como controle eletrônico de frenagem (EBD) e assistência de frenagem (BA) para os freios ABS, fixadores traseiros para cadeiras de crianças (ISOFIX), rádio CD Player com entrada auxiliar, conector USB e Bluetooth™ e partida a frio FLEX START

A versão topo de linha SL ganha, entre outros, o opcional sistema de alerta de colisão com assistente inteligente de frenagem. Os preços públicos sugeridos das versões de série vão de R$ 70.500, o Kicks S com câmbio manual, a R$ 94.900, a versão SL com câmbio XTRONIC CVT.


Volkswagen promove ação de vendas inédita com descontos de mais de R$ 5 mil


A Volkswagen está promovendo uma ação inédita de vendas nas concessionárias da marca no Brasil. Trata-se do “Preço de Cegonha”, que dá a o cliente a oportunidade de adquirir os modelos Fox 1.6 Trendline e Gol 1.0 Trendline por preços de nota fiscal. A promoção, que dá descontos de até R$ 5 mil e oferece condições especiais de financiamento para os modelos Jetta e Amarok, já está valendo e segue até 31 de maio.

Durante a ação “Preço de Cegonha”, o Fox Trendline 1.6, que tem preço sugerido de R$ 51.190, está sendo oferecido por 46.130 (desconto de R$ 5.060). Essa condição vale para São Paulo, Espírito Santo, Rio de Janeiro e Minas Gerais.

Outro destaque é o Gol 1.0 Trendline, que é ofertado por R$ 38.590: abatimento de R$ 3.100 do preço de tabela (41.690). Essa condição vale para as regiões sul, nordeste, norte e centroeste.

Durante a promoção, tanto o Fox Trendline 1.6 como o Gol 1.0 Trendline (nas mesmas regiões citadas acima) podem ser financiados com taxa 0% quando a entrada for de 80% do valor do veículo e o saldo for em 12 prestações.

Linha premium com taxa zero
Na linha premium, a Volkswagen oferece condições especiais de financiamento  para a picape Amarok, nas versões Highline e Extreme, e o Jetta Comfortline 1.4 TSI. Ambos podem ser adquiridos com taxa 0% quando a entrada for de 60% e saldo de 18 meses. Recém-lançadas, a Amarok Highline e a Amarok Extreme são equipadas com o motor 2.0 biturbo de 180 cv e trazem os sistemas de conectividade mais avançados da categoria. . 

sábado, 20 de maio de 2017

Nova BMW G 310 R começa a ser produzida em Manaus

A nova BMW G 310 R é brasileira — ou melhor, manauara. A primeira unidade, na cor branca, foi produzida nesta, quinta-feira (18), na fábrica do BMW Group em Manaus (AM). 

Além da BMW G 310 R, a nova fábrica produz outros nove modelos, todos voltados exclusivamente para o mercado nacional: BMW F 800 GS; BMW F 800 GS Adventure; BMW F 800 R; BMW R 1200 GS; BMW R 1200 GS Adventure; BMW S 1000 R; BMW S 1000 RR; BMW S 1000 XR e BMW F 700 GS – este último foi o primeiro a sair das linhas de montagem, em outubro de 2016.

Para comemorar o início da produção, estiveram presentes funcionários e alguns dos executivos da BMW Motorrad, entre eles Federico Alvarez, diretor da BMW Motorrad Brasil, Peter Vogel, diretor da fábrica do BMW Group em Manaus, Stephan Schaller, presidente mundial da BMW Motorrad, e Alejandro Echeagaray, diretor da BMW Motorrad para a América Latina e Caribe.

O BMW Group investiu cerca de € 4 milhões em novas tecnologias, treinamentos e em novos equipamentos para produção de novos modelos na fábrica de Manaus (AM). A primeira motocicleta produzida a partir deste novo ciclo de investimentos é a BMW G 310 R, um dos principais lançamentos do BMW Group no Brasil em 2017. Inaugurada em outubro de 2016, a fábrica de Manaus produz cerca de 98% da demanda da BMW Motorrad no Brasil.

O investimento inicial do BMW Group foi de aproximadamente € 10,5 milhões na planta, que tem capacidade produtiva inicial de 10 mil motocicletas por ano e já foi responsável pela contratação de mais de 175 colaboradores e 45 fornecedores locais, sendo 15 para a nova linha de produtos — números que podem crescer de acordo com o aumento da demanda.

Construída em uma área de aproximadamente 10 mil metros quadrados, a fábrica levou cerca de nove meses para ser concluída e conta com equipamentos de última geração, além de uma equipe de colaboradores altamente treinada e capacitada a garantir os mesmos níveis de qualidade premium encontrados em todas as unidades produtivas do BMW Group ao redor do mundo.

Assim como as demais plantas do BMW Group, a nova fábrica de Manaus adota modernos processos de economia de energia e reuso de água em sua linha de montagem, reforçando seu compromisso com a sustentabilidade. 


RENAULT KWID ESTÁ CHEGANDO

O novo Renault Kwid será apresentado no dia 9 de junho, no Salão de Buenos Aires. Feito no Brasil para a América Latina, o Kwid é um SUV compacto urbano que chega para redefinir os conceitos de um carro compacto.
 







Nissan March e Versa escolhidos como "Compra Certa" 2017

Fabricados no Brasil com qualidade japonesa, os Nissan March e Versa foram escolhidos como "Compra Certa 2017" pela revista especializada Car And Driver Brasil. O hatch é o vencedor em sua categoria pelo sexto ano consecutivo, desde que o guia de compras foi criado. A versão 1.6 S foi eleita pelos jornalistas da edição brasileira da publicação como a melhor escolha entre os veículos que custam entre R$ 45 mil e R$ 50 mil. O sedã compacto Versa venceu os concorrentes entre R$ 60 mil e R$ 70 mil.

O Nissan March destacou-se, segundo a redação da revista, por oferecer "excelente desempenho, baixos custos de manutenção e seguro, garantia de 3 anos e nível de equipamentos". A baixa desvalorização do modelo no primeiro ano de uso também pesou: apenas 11%.

No caso do Nissan Versa, a publicação considerou que, na versão SL, o sedã compacto é "barato de se manter e não economiza em equipamentos, receita que agrada ao consumidor". Além disso, o Versa é "tem custo de manutenção até 60 mil km baixo e valor de seguro correspondente a 3,9% do preço do carro, o que lhe ajudou a garantir o primeiro lugar entre os dez finalistas".


O Nissan March e o Nissan Versa são os únicos do segmento a oferecer câmbio continuamente variável XTRONIC CVT no Brasil. Os dois modelos também são nota "A" no programa de eficiência energética e emissões de gases segundo aferição do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) e obtiveram o selo "Conpet" para veículos leves, concedido aos modelos que participam do programa de etiquetagem que atingem grau máximo de eficiência energética.

BMW Group anuncia parceria com a Delphi

O BMW Group, juntamente com seus Parceiros Colaborativos Intel e Mobileye, anunciaram nesta terça-feira (16) a empresa norte-americana Delphi como seu novo parceiro de desenvolvimento para sua plataforma de condução autônoma em Estado de Arte. 

As quatro empresas pretendem implementar conjuntamente um modelo de cooperação com o objetivo de desenvolver e fornecer soluções para a indústria automobilística em geral e potencialmente para outros setores. A Delphi, que já forneceu um protótipo de plataforma computadorizada ao BMW Group, está trabalhando em conjunto com a Intel e a Mobileye nas áreas de percepção, fusão de sensores e computação autônoma de alto desempenho.

sexta-feira, 19 de maio de 2017

Roberto Nasser - De carro por aí

 
Coluna 2017 – 19.05.2017 edita@rnasser.com.br
Março, picape JAC T6 diesel
SNS, importadora da chinesa JAC Motors, anunciou em convenção de revendedores importação de picapes T6 a partir de março de 2018. Terá a configuração de agrado ao mercado: cabine dupla, tração 4x2 ou 4x4, câmbio de seis velocidades à frente, e motor diesel.

Características adicionais, com 1,83m de largura e 1,81m de altura é mais espaçoso relativamente aos concorrentes; tem maior capacidade cúbica de carga ao nível das laterais da caçamba; e maior espaço aos cinco passageiros.
É atualizado ante Isuzu/GM, Ford, Nissan, Mitsubishi - e muitos chineses, e contra destes declara tal característica, assim como menor consumo de diesel.

Olhando o passado é incontestável evolução de seus modelos anteriores, cópias de Ford F 150, de GM Isuzu, e deste há notícias de ser inspirador do desenvolvimento e produção de motor próprio pela JAC. A configuração para o mercado brasileiro está em análise de factibilidade industrial, apesar de na origem o T6 ser anunciado como de resistência superior a testes de impacto, aptidão ao uso fora de estrada, e menor consumo.

Quanto a aparência e interior, atende às exigências do comprador nacional, em sua maioria utilizando-o bestamente como urbano sedã com porta malas grande – e ocioso. Com dimensões maiores supera em porte concorrentes do segmento médio; porta itens de segurança básicos incluindo ABS de nona geração; construção da cabine declarada como dotada de grande capacidade de absorção de impactos frontais e laterais – 4 estrelas no índice CNcap; decoração automobilística; painel com tela grande, gestora das funções e da infodiversão – navegador, radio, tv, Bluetooth, conexão USB e Internet. Projeto foi desenvolvido pela JAC design, com base em Turim, Itália.

JAC quer ampliar leque de produtos, mesmo com importações limitadas ao teto de 4.800 unidades anuais para toda a marca.

Ônix e seus perigos
LatinNCAP, entidade plural dedicada a medir índices de segurança em veículos divulgou dado alarmante: o Ônix, líder de vendas Chevrolet, levou nota Zero em teste de impacto lateral a passageiro no banco frontal. Na avaliação – choque contra barreira deformável – permitiu intrusão do aríete na cabine; atingiu o peito do boneco de testes. E ocorreu o insólito: a porta traseira do lado impactado abriu. Para crianças o índice foi 3.

Proteste, associação de proteção ao consumidor, foi ao extremo: apoiada por assinaturas populares quer requerer ao Governo Federal determine suspender produção até a GM introduzir melhorias para evitar consequências tão danosas aos passageiros. E tornar os Ônix, desde o início da produção, em 2012, objeto de re call para correções – um processo mecânico muito difícil, pois a intrusão se deu por deficiência estrutural para os testes atuais, e não para os da época do projeto.

GM distribuiu nota oficial calcando no óbvio: o Ônix segue as leis do país. Adicionalmente incluiu a desnecessária informação de seus investimentos locais, como se isto  evitasse danos em acidentes.

 E ?
Resposta infeliz, com enorme repercussão negativa, tanto por conta do evento quanto consequência prevista ante as continuadas dificuldades da GM em seu relacionamento com os formadores de opinião. Mas a fabricante, em seu comunicado abre oportunidade a correção.  Ao transmitir ao governo federal a responsabilidade da ocorrência de danos pessoais como resultado de legislação leniente, pode forçar um re-estudo para atualização das regras legais sobre itens de segurança nos carros feitos no Brasil. As exigências brasileiras, leia-se sul americanas e países emergentes, são inferiores às da comunidade europeia e EUA. Alega o Proteste, o Ônix não seria aprovado por regulamento das Nações Unidas, a UN95, nem pela norma federal norte-americana.

Outro resultado positivo pode advir de tal situação: reparar se nos próximos meses suas vendas cairão. Se isto ocorrer será demonstração de mudança comportamental dos consumidores, há pouco tempo ainda optando por estofamento de couro ou som incrementado em lugar do então opcional ABS e air bags. Nesta época de Deputados querendo mostrar serviço para remover a nódoa geral sobre a classe política, baixar legislação atualizadora em segurança pode ser uma das consequências positivas.

Roda-a-Roda
Expansão – PSA – Peugeot Citroën assinou acordo com a SC Uzavtosanoat, empresa do Uzbequistão para produzir comerciais leves. Coisa pouca, 16 mil unidades em 2019, para mercado doméstico e exportações. Negócio típico de implantação: PSA entra com planos, projetos, cessões e gestão. Sócio com capital, país com incentivos e a regra de 50% de conteúdo local.

Amplo – Argo, próximo lançamento Fiat, para cumprir objetivo de conquistar clientes em várias faixas de preço, terá motores 1,0 3-cilindros – transmissão mecânica 5M; 1,3 4-cilindros – transmissão automatizada GSR 5M; e 1,8 litro EtorQ VIS com 139 cv e câmbio automático 6M.

Enfim – Citroën iniciará vender em junho seus modelos C3 e Aircross com ótima combinação mecânica: motor 1,6 litro com transmissão automática de 6 marchas. Além de conforto, troca da antiga caixa automática com 4M pelo sistema mais novo, oferece mais dinamismo e menor consumo,

Aqui – Leitor da Coluna sabia. Leu aqui há duas semana o início das vendas de tal conjunto na Argentina e a óbvia comercialização no Brasil.

Olho ... – Johannes Roscheck, novo presidente da Audi, fará périplo pelo país: conhecer a operação dos revendedores, de serviços a atendimento e vendas.

... do dono - Quer entender baixa performance, em especial quanto aos modelos de maior preço em seu processo de melhorar o rendimento da marca,

P’ra fora – Vendas domésticas em queda, fabricantes de veículos e auto peças buscam clientes de fora do país. Volkswagen e Fiat focam ampliar na América Latina, com diretorias específicas. Zen, catarinense de impulsores de partida e polias de roda livre, expôs na Automechanika, em Dubai. Quer o mundo.

Motores – VW Brasil acertou-se com similar mexicana – e exportará 250.000 motores 1,4 TSI – turbo injeção direta -, até 2020. Em alguns produtos viagem ociosa: VW mandará o motor e importará o carro por ele tracionado.

P’ra dentro – Varejo de venda de veículos mostrou índice positivo: média diária de vendas em 8.700 veículos superou abril de 2016 e março de 2017. Contra varejo não há argumentos. Índices poderiam indicar o fim da queda. Nas condições atuais qualquer aposta é nula.

Solução – Inspeção Veicular, necessidade premente para depurar a frota usada a partir de itens inseguros, não consegue ser implantada no Brasil, apesar de definida pelo Denatran, órgão regrador. Seu funcionamento em muito melhoraria o trânsito, reduziria acidentes e seus custos, diminuiria emissões poluentes, fomentaria venda de veículos novos.

E ? - Política ou baixa política, fato é não consegue ser tornada obrigatória, pois talvez os números ofusquem o bom senso. Multiplique os incontáveis milhões de clientes obrigatórios pelo valor de inspeção, e terá quantia provocadora.

Caminho – Pode ser seja resolvida por outra via. Nas discussões do Rota 2030, o programa industrial para a indústria automobilística tocado pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio Exterior e Serviços, a inspeção e sua função de assepcia rodoviária está presente como programa de governo.

De fora – Simpósio de Eficiência Energética, Emissões e Combustíveis, pela AEA, Associação Brasileira da Engenharia Automotiva, 7 de junho, colocou o Rota 2030 em pauta. Tema é Inovação, Sustentabilidade e Impactos na Sociedade, e especialistas nacionais e estrangeiros somarão conhecimentos e esperanças quanto à implantação da Inspeção Veicular.

Semelhança – Como são assemelhadas as posturas do presidente Donald Trump, dos EUA, e do ex-Lula da Silva no Brasil. Tratam o país como se fosse propriedade privada, atropelam as regras com postura pessoal, se dizem perseguidos, especialmente pela imprensa. Lá sedimenta caminho para um pedido de impeachment. Aqui, tudo indica, prisão.

Opção – Em cores para veículos, encerrada a ditadura do Preto e Prata, o mandão Branco já foi superado. Moda geral agora é o cinza, em cabelos, decoração de ambientes e carros. É a mais vendida entre os Ford europeus e deve ter destaque no novo EcoSport.

Origem – Surgido na Índia como carro para países emergentes, e no Continente fabricado pela Toyota no Brasil, o Etios usa motores de 1,3 e 1,5 litro. É correto em pretensões – e manso de comportamento.

Tempero - Inquietos irmãos Alejandro e Marcos Galanti, pilotos de rallye, convenceram Toyota del Paraguay fazer o Etios mais rápido do mundo e competir na Categoria Rallye 5. A francesa AD Competition fez.

Futuro - Ajeitou a mecânica, aplicou motor 1,8 do cupê Celica, extremamente desenvolvido, gerando 315 cv. Atingiram o objetivo. Toyota não o fará, mas a aventura paraguaia exibe casamento factível em ponto menor, Etios com motor Corolla. Seria o up! TSI da Toyota.

Constatação – Esportivos de ponta são normalmente carros infelizes. Pouco usados, largados em garagens, óleos se degradam, pneus se deformam. Anos depois, vendidos como brinquedo envelhecido, no usual registram baixíssima quilometragem, e motores com pouca saúde.

Insólito – Revista inglesa Autocar localizou exceção, Lamborghini Murciélago, 2009, 420 mil km (!) de uso sofrido em locadora de esportivos. Sob motoristas buscando sensações, embreagem dura 30 mil km; pneus, um mês. Talvez o Lambo mais rodado no mundo, mecânica está surpreendentemente sadia.

Gente – Giancarlo Annoni, 82, engenheiro, agora Cavaliere – Mérito do Trabalho -, na Itália. OOOO Foi o último engenheiro da Alfa Romeo residente no Brasil, no desenvolvimento e produção do AR 2300. OOOO Fernão         Silveira, ex Dow Chemical, novo cep. OOOO Diretor de Relações Corporativas na Ford. OOOO Aposta ousada: implantar relacionamento com novos públicos, distantes do automóvel. OOOO

Novo up! surpreende
Mais conectado, tecnológico e esportivo: com novo design, novo painel e sistema de som Composition Phone, permitindo conectar o veículo ao smartphone. Assim é o VW novo up!, revolucionário em segurança, eficiência energética e design no Brasil.

Linha 2018 exibe a nova linguagem global de estilo da Volkswagen, jovial e esportiva, e traz tecnologias e equipamentos inéditos no segmento, apenas empregados em veículos de maior porte e preço. 

Faróis de neblina com luz de conversão estática (cornering light), sensores de chuva e de luminosidade (crepuscular), suporte para celular, e o aplicativo exclusivo “maps + more” desenvolvido pela Volkswagen  possibilita monitorar as principais funções do veículo por meio do Smartphone.

Marca a modelia 2018 painel totalmente novo: do instrumento combinado maior e o acabamento refinado ao volante multifuncional de estilo global e a iluminação de ambiente (recurso inédito na categoria). Na prática um interior mais refinado.

Mantendo a vanguarda técnica oferece duas opções de motorização 1.0 de três cilindros: a MPI de até 82 cv (câmbio manual de cinco marchas ou transmissão automatizada I-Motion) e a TSI  de até 105 cv (câmbio manual de cinco marchas).